Como potencializamos projetos inscritos no XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

A gente sempre bate nessa tecla: o texto está em tudo! Nas mensagens que trocamos, no rótulo do shampoo, na reunião, no relatório da empresa e no formulário do prêmio que a gente almeja. São formatos muito diferentes? São. Mas tudo passa por essa construção lógica do raciocínio: quais palavras usar e em que ordem elas vão ser melhor compreendidas? E mais: de que forma essa sequência de frases vai fisgar mais a atenção de quem lê?

Foi com essa missão de escutar as vozes de bastidores e dar a elas o “megafone” que precisam para serem melhor ouvidas que a Contelle fez parte de um trabalho diferente de tudo que existe no nosso portfólio! Escrevemos os formulários de inscrição a partir dos projetos executados pelas prefeituras das cidades que fazem parte da regional Oeste do Sebrae/PR para potencializar as chances das histórias figurarem entre as finalistas do XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. 

Essa premiação é uma iniciativa que tem o objetivo de reconhecer, valorizar e disseminar boas práticas das prefeituras no estímulo ao empreendedorismo e aos pequenos negócios. Apuramos e escrevemos histórias ligadas às oito categorias do Prêmio: desburocratização; sala do empreendedor; empreendedorismo na escola; governança regional e cooperação intermunicipal; compras governamentais; marketing territorial e setores econômicos; inovação e sustentabilidade; além de cidade empreendedora. 

O resultado de nível estadual deixou claro que essa preocupação em COMO escrever faz diferença: 7 dos 24 projetos finalistas da etapa estadual do Paraná foram escritos por redatoras da Contelle, ou seja, quase um terço dos selecionados. Fomos responsáveis pela escrita de 14 projetos de 12 municípios da região Oeste do estado, então tivemos uma taxa de 50% de aproveitamento!

Finalistas do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Agora, os projetos paranaenses vencedores de cada categoria vão concorrer com finalistas do Brasil inteiro. E mesmo antes dessa última etapa do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, já temos um feedback e tanto desse job: saber escutar, apurar e escrever faz toda diferença para que boas histórias reverberem e sejam realmente vistas com o potencial que tem!

“Sem dúvida nenhuma, uma grande acertada que a gente fez foi justamente contratar uma equipe de jornalistas profissionais para nos auxiliar na escrita dos projetos das prefeituras. Porque, muitas vezes, existem boas histórias, bons cases, mas a gente não tem esse profissionalismo na escrita para transmitir a mensagem para quem vai ler e avaliar. Isso nos facilitou muito o processo este ano para termos um bom número de projetos inscritos e com qualidade. O resultado foi ótimo, o prêmio tem 8 categorias e temos finalistas em 7 delas. Algo que, com certeza, tem tudo a ver com essa decisão de contratar profissionais para escrever esses projetos. Estão de parabéns pela dedicação e só temos a agradecer a parceria. Não sabemos o que vai sair de premiação nacional ainda, mas já estamos muito contentes com um grande número de projetos inscritos e com massiva participação da regional Oeste do Sebrae entre os finalistas da etapa estadual. Nossa gratidão à equipe que se dedicou e se debruçou junto com nossos técnicos dos municípios” – Adir Mattioni, gestor de projetos de políticas públicas e ambiente de negócios do Sebrae PR, regional Oeste.

 

Dar vida, ritmo e destaque para histórias que parecem muito burocráticas

É assim nos órgãos públicos: tudo precisa passar por etapas milimetricamente planejadas, analisadas e aprovadas. Pode ser que leve anos para que uma ideia saia do papel e vire um projeto em benefício da população, e talvez ele nem se concretize numa mesma gestão. Fases que são necessárias quando se trata de uma decisão coletiva, que mexe com dinheiro público e pode ter muitos impactos. Quem trabalha nas prefeituras diretamente na discussão dessas ideias e na transformação disso em ações práticas muitas vezes precisa se atentar tanto aos detalhes burocráticos que não consegue prestar atenção nas histórias por trás dos números, nas pessoas por trás dos documentos.

Já com o olhar jornalístico de quem não está internamente ligado às “papeladas”, é mais fácil capturar a essência das histórias e escrevê-las de maneira mais assertiva e, porque não, de modo mais humano e afetivo. Foi dessa forma, trabalhando em conjunto com consultores do Sebrae e servidores públicos dos municípios da regional Oeste do Sebrae/PR que a Contelle atuou. Nossa missão foi ajudar as prefeituras a escutarem as vozes que já estão ali, mas que precisavam de facilitadores dando potência a cada um delas. 

“Sabemos que toda conquista alcançada pela Sala do Empreendedor só é possível quando se tem gestor alinhado e comprometido com a melhoria do ambiente de negócios local, e para colocar tudo isso no papel e poder participar efetivamente deste concurso, posso afirmar que foi de extrema importância a parceria com o Sebrae que disponibilizou profissionais da área do Jornalismo para dar suporte a nós, agentes de desenvolvimento, na escrita dos projetos. Sem esse auxílio com a formatação da escrita, organização coesa das evidências, cronologia dos eventos, entre tantos outros fatores que envolvem a escrita de um projeto, acredito que não teríamos alcançado o resultado de finalista estadual na categoria Desburocratização.” – Jeferson Galarça dos Santos, agente de desenvolvimento de Guaíra, Paraná.

O processo todo levou meses: muitas horas de reuniões, conversas e trocas de e-mails. Muitas semanas de entrevistas, escrita dos formulários e busca de documentos. Mais horas de alinhamento, revisão, lapidação e aprovação de cada texto. Tarefas que demandam o tempo que a equipe de muitas prefeituras, na correria dos atendimentos diários, não possui. Então, contar com jornalistas parceiras articulando cada atividade, se atentando à melhor resposta para cada questão, às particularidades de cada categoria, às melhores evidências de cada projeto, fez diferença para que fosse possível escrever com qualidade no tempo hábil de inscrição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Isso fez não só a chance de cada município se tornar finalista aumentar, como fez o próprio time interno olhar com mais carinho para as próprias histórias:

“Olha, lendo a escrita chego a arrepiar de lembrar como foi toda a construção, simplesmente sensacionais as colocações. Parabéns!” – Luiz Henrique, prefeitura de Tupãssi.

“Nossa, parabéns! Está muito, muito bom mesmo. Já vou me inspirar na sua escrita para outros prêmios. Agora vi como profissionais trabalham.” – Alessandra, prefeitura de Cascavel.

Por isso, sempre que seu trabalho demandar uma produção textual, mesmo que em formatos que parecem inusitados, lembre-se: tudo é texto! E se tem texto, pode ter Contelle.

Botão para falar com a Contelle no Whats sobre textos para blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.