O que é assessoria de imprensa e como ela pode ajudar seu negócio?

A trajetória da assessoria de imprensa começou tímida e vem ocupando papel de relevância nas organizações. É reconhecida como peça estratégica no tabuleiro por conhecer e transitar entre os diversos setores dentro das empresas, e tem a missão de transformar informações em notícias com linguagem apropriada para ser consumida pelo público externo.

No Brasil, a assessoria de imprensa ganhou notoriedade na década de 80, quando sua importância começou a ser reconhecida. O objetivo inicial era zelar pela imagem das instituições, sobretudo, governamentais. Aos poucos grandes empresas perceberam os benefícios e o serviço passou a fazer parte das estruturas corporativas.

Com a revolução tecnológica, a assessoria de imprensa foi ressignificada e ganhou novas responsabilidades. Hoje cumpre o papel de fazer a gestão das informações, a mediação do fluxo entre as fontes e a imprensa e o gerenciamento de eventuais crises. É comunicação de dentro para fora. A assessoria de imprensa cuida da imagem repassada das organizações para o público externo. É uma ferramenta eficiente para gerar vínculos, atrair olhares, divulgar inovações, defender bandeiras, despertar interesses e até mesmo abrir mercados.

Além de ter um bom texto, uma equipe de assessoria de imprensa precisa ser expert em relacionamento com veículos e profissionais de comunicação. É o assessor de imprensa quem viabiliza pautas, cuida do agendamento de entrevistas, prepara e acompanha o entrevistado e monitora o resultado final do conteúdo gerado.

A assessoria de imprensa é uma chave que acessa lugares importantes, promove ganhos em credibilidade, amplia network e favorece relações institucionais e comerciais.

 

Uma assessoria de imprensa mais versátil

O ritmo das redações que antes era ditado pelo toque-toque da máquina de escrever virou história da bisa, porque hoje até as vovós estão conectadas, completamente adaptadas ao novo mundo. Nem da janela, nem na rua e nem pelo muro. O bate-papo com a vizinha é pelo “zap”. Até o velho caderninho de receitas virou passado. Veio para a palma da mão, na tela do celular.

A assessoria de imprensa se modernizou!

E se foi assim nos lares, imagina na comunicação. Foi uma tremenda revolução. A assessoria de imprensa também viveu o seu processo. Nunca deixou de existir. Evoluiu, ganhou nova roupagem e está arrasando! E nessa transformação virou assessoria de comunicação, conquistando mais espaços, fazendo parte de novos mercados, grandes e também pequenos. Ganhou um toque extra de ousadia, está mais recheada de recursos seja na escrita, no áudio ou vídeo. Usa e abusa do leque de possibilidades para atender as demandas que surgem o tempo todo.

Além dos jornais, revistas e informativos que seguem a vida (hoje muito mais digitais), há um mundo a se explorar: Instagram, Facebook, WhatsApp, Tik-Tok, YouTube, podcast e outras tantas plataformas. Tudo depende da “personalidade” do cliente e de seu público.

O jeito Contelle de fazer assessoria de imprensa em 6 passos

A regra número um é atualização. Se “a moda mudou”, a função da assessoria de imprensa é definir a “melhor roupa”. Se a tecnologia avançou, não tem como continuar com o velho PC com monitor de tubo amarelado sobre a mesa esperando o telefone tocar (até porque os diálogos são por mensagens de texto).

  1. Nada de trabalho engessado! A vida é pra frente e a comunicação move montanhas, quebra barreiras, impulsiona mercados e funciona muito bem como extintor na hora de apagar incêndios. A forma de o público consumir a informação também não é mais a mesma. Este consumo é 24 horas. Trabalhamos sempre pensando nos fatores: agilidade, qualidade, identidade e linguagem adequada.
  2. Planejar é preciso. A assessoria de imprensa deixou de ser apenas, e tão somente, o mero disparo de releases. E como conteúdo é o que não falta, a organização precisa fazer parte da rotina. Trabalhamos com pautas organizadas. Primeiro fazemos um briefing para nos familiarizarmos com o assunto. Depois vem a escuta ativa das fontes, elaboramos o texto, extraímos o fator “X” (o destaque da notícia, a novidade). O material escrito segue para a aprovação. Com materiais de vídeo o processo é detalhista, cuidadoso, afinal de contas, imagem é tudo. A linha de produção passa por etapas: briefing, roteiro, texto, gravação, edição e exigentes padrões de qualidade.
  3. Estar conectado a potenciais parceiros faz toda a diferença. Jornalistas são elo, pontes da notícia. Tenha em mente que o nosso objetivo é gerar mídia espontânea. A assessoria de comunicação instiga, desperta um assunto e oferece à imprensa. Quando os jornalistas manifestam interesse pela pauta quer dizer que o alvo foi atingido. Percebam que sem este bom relacionamento, e sem que o material sugerido seja de qualidade, o jogo não acontece. Da mesma forma com os influencers, profissionais que contribuem com a divulgação nas redes sociais.
  4. E também tem os eventos, mais uma missão da assessoria de comunicação e uma expertise da Contelle. Mas sobre isso, a gente tem um post completinho aqui.
  5. Ah, o mailing! Neste quesito a Contelle é rigorosa e mantém os cadastros atuais e setorizados. Além de facilitar o trabalho, esse cuidado garante assertividade no direcionamento das pautas de acordo com o perfil do cliente. O mailing está diretamente ligado à construção de relacionamento.
  6. E o que complementa e mede a objetividade da assessoria de imprensa é o clipping. O clipping reúne todas as menções e publicações de conteúdo feitas na mídia sobre determinada marca ou assunto. É um grande arquivo com objetivo analítico e de mensuração do alcance do nosso trabalho.

A Contelle conta com um sistema de clipping exclusivo, desenvolvido de forma personalizada para atender nossos clientes. Este produto gera um completo relatório de mídia, capaz, inclusive, de demonstrar a economia gerada com as veiculações espontâneas.

O clipping é parte indispensável da assessoria de imprensa

Gerenciamento de crise

Falamos de flores, mas os espinhos também existem. Problemas acontecem e o tamanho do impacto que causam na imagem das empresas depende e muito de como as informações são gerenciadas. Uma “pedrinha de gelo” se não tratada com a responsabilidade que merece, pode ganhar proporções suficientes para virar avalanche.

E para obter êxito, a assessoria de imprensa precisa de relacionamento estreito com o cliente, conhecer fragilidades, situações de mercado, pontos que podem ocasionar possíveis conflitos, interna e externamente. Transparência e ética são indispensáveis em nome da prevenção e da reputação da imagem do cliente. A assessoria de imprensa anda de mãos dadas com a gestão.

 

Olho no alvo!

Assessoria de imprensa é sinônimo de estratégia, de técnicas assertivas que impactam diretamente em bons resultados. No processo de ressignificação, a produção de conteúdos ficou mais especializada, intencional e com direção certa. A Contelle tem equipe especializada para fazer o melhor pela sua marca! Fale com a gente:

Botão para falar com a Contelle no Whats sobre textos para blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.